Twitter Facebook

CUT PA > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CAMINHADA CONTRA A REFORMA TRABALHISTA PERCORRE RUAS DE BELÉM

Caminhada contra a reforma trabalhista percorre ruas de Belém

13/11/2017

Sete centrais sindicais e movimentos sociais fizeram ato unitário, com caminhada pelas ruas da capital paraense. O encerramento foi na Feira do Ver-o-Peso

Escrito por: CUT Pará/CUT Brasil

      A concentração para o ato público do Dia Nacional de Mobilização em Belém começou cedo, às 8h30, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na praça Brasil. Depois, os manifestantes seguiram em caminhada pelas avenidas Senador Lemos, Visconde de Sousa Franco e Boulevard Cartilhos França até a feira do Ver-o-Peso, explicando aos transeuntes os prejuízos causados pelas reformas de Temer.

        A manifestação foi organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral de Trabalhadores (UGT), Força Sindical, Central Sindical e Popular (CSP/CONLUTAS), UNE, UBES, Intersindical e OAB. A avaliação é que mais de 2.500 pessoas participaram da caminhada.

       No percurso, os manifestantes reforçaram as pautas do Dia Nacional de Mobilização: anular a Reforma Trabalhista e parar a tramitação da Reforma da Previdência. Também condenaram a portaria do Ministério do Trabalho que altera o conceito do trabalho escravo no Brasil.

      Também pela manhã, os movimentos que lutam por moradia e bancários protestaram em frente à sede da Caixa Econômica Federal (CEF) contra a extinção dos bancos públicos e do programa Minha Casa Minha Vida. Mais tarde, uma nova manifestação ocorreu em frente ao INSS, na avenida Nazaré.

Interior

        Em várias cidades do interior do Pará também ocorreram manifestações. Em Moju, nordeste do Pará, a 61 quilômetros da capital, os estudantes de escolas públicas fizeram uma caminhada pela cidade e ocuparam a Câmara Municipal.

        No sudeste do Estado, em Marabá, a 500 quilômetros de Belém, as manifestações foram engrossadas pela participação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO PARÁ
Travessa D. Pedro I, 1012 | Umarizal | CEP 66050-100 | Belém | PA
Fone: (55 91) 3223.4541 / Fax: (55 91) 3241.9635 | www.cut-pa.org.br | e-mail: comunicacao@cut-pa.org.br